Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página


As Lojas Fátimas

Em 1958 nascia a Lojas Fátima. Somente três telefones funcionavam no centro da cidade em Criciúma.

Quem atuava no comércio fazia pedidos de materiais através do Correio, sendo comum a demora no retorno. O sistema de caderneta era a única maneira usada para controlar as vendas no crediário. Única e eficiente. Afinal, em uma cidade onde todos se conheciam e a palavra valia mais que um documento.

Foto da entrad da loja

A televisão ainda era novidade assim como as máquinas calculadoras e as fotografias coloridas, ainda raras. Mesmo assim a tecnologia começava a dar mostras do que seria capaz num futuro não muito distante.

A praça Nereu Ramos já era o ponto certo de encontro seja para as missas ou mesmo para um bate-papo descontraído.

É neste cenário que começava a ser escrita a história das Lojas Fátima, história de sucesso é marcada por muita dedicação e trabalho.

O que não é diferente com as Lojas Fátima. Fundada como uma livraria católica – o nome é uma homenagem à santa. Foi um dos primeiros empregos do empresário Julio Apolônio Wessler que na época possuía apenas 18 anos. Mesmo com um emprego na Rádio Eldorado ele decidiu seguir em frente e arriscar a nova oportunidade. Resultado: de vendedor passou a proprietário em poucos anos. A loja que funcionava nos fundos da igreja Matriz passou por alguns espaços como a galeria Benjamim Bristot até fixar-se na rua João Pessoa onde permanece até hoje.

Cinco décadas depois de sua inauguração o que se vê é uma empresa solidificada e ramificada através do esforço do empresário e toda sua família.

Assim como a cidade evoluiu, os negócios também precisaram se adaptar às mudanças. Uma delas é a segmentação dos serviços.

Hoje as Lojas Fátima contam com a Fátima Papelaria, na Praça Nereu Ramos, 168, ao lado da Fátima Esportes e da Livraria Fátima.

Na Rua João Pessoa, 21, os clientes encontram todos os produtos voltados para crianças, desde brinquedos até moda infantil.

Há ainda uma Loja Fátima em Araranguá, no Travessia Shop.
Atualmente as Lojas Fátima contam com cerca de 80 funcionários, número que oscila em épocas como Dia das Crianças, Natal e volta às aulas. A estratégia usada nestes mais de 50 anos foi de muito trabalho e dedicação. Aposta em bons produtos, produtos de qualidade e também na preferência do cliente.

Voltar